Controle UniversalAlguma vez seu controle remoto quebrou ou parou de funcionar de repente? As teclas não mudam os canais quando pressionadas e seu desejo é quebrar o controle? Se isso já aconteceu com você, uma das opções é utilizar o famoso controle remoto universal.

Conhecido também como "telecontrole" ou "controlador", o controle remoto é um dispositivo eletrônico que monitora uma máquina. A curiosidade e a necessidade moveram o sentimento humano e provocaram o surgimento de invenções como essa.

Inicialmente usado para controlar equipamentos de guerra e fazer explodir bombas frente aos inimigos, o controle remoto, ao mesmo tempo, era um pequeno e grande destruidor. A participação dele sempre foi muito inovadora, e após esse período de uso militar, o controle remoto revolucionou o ramo dos aparelhos de TV.

O primeiro controle remoto foi criado por uma empresa norte americana que queria investir nesse segmento. Após vários testes e várias invenções, criou-se um controle que funcionava por meio de ultrassom. Com um custo alto, eles acabaram sendo substituídos pelos controle com tecnologia IR (infravermelha) que não necessitavam de um meio físico para transmitir dados. Ou seja, as TVs não eram conectadas com o controle por meio de fios, além disso, não existia uma estrutura complexa para se comunicar com outros dispositivos e não se gastava grande quantidade de energia.

Uma das desvantagens do infravermelho são as distâncias. Quando ligamos uma TV, é necessário que fiquemos com o controle direcionado para o campo que atinge o infravermelho. Com uma distância de, no mínimo 3 metros, é difícil você ligar a televisão estando no banheiro com a porta fechada.

Assim foram criados os controles universais. O seu precursor, Steve Wozniak, co-fundador da Apple, criou o controle universal chamado CORE, um controlador remoto que poderia aprender sinais remotos de outros aparelhos eletrônicos. Apesar da ideia ser atraente, a interface ainda era difícil de se utilizar.

Hoje, esses aparelhos são capazes de controlar diversos equipamentos eletrônicos e permitir ao usuário maior praticidade e comodidade. Na hora de mudar de canal, ligar o som, fechar as cortinas, apagar as luzes e ligar o ar condicionado, podemos fazer tudo ao mesmo tempo através de um só aparelho.

Diferentes usos para o Controle Universal

Indústria

Subestação EnergiaSubestações de energia elétrica (são estações elétricas de alta potência que contém equipamentos de distribiução, transmissão, controle de energia elétrica e proteção) – as modernas são controladas remotamente, ou seja, não é necessário haver uma pessoa no local para que aja o controle, há um centro de controle remoto que monitora as subestações. De cidade em cidade, a nossa energia elétrica passa por essas subestações onde, nos transformadores, sua tensão aumenta ou diminui. interruptor

O Interruptor Dimmer - é um dispositivo utilizado para variar a intensidade da luz, ou seja, apenas girando um botão ou deslizando uma alavanca, você é capaz de variar entre o escuro e o claro em sua sala, por exemplo. Para quem sonha com uma casa inteligente, é bom começar a pensar como você pode ter a praticidade de apagar as suas lâmpadas. Esse aparelho é destinado àquelas pessoas que não desejam levantar para apagar as luzes. Ela pode fazer isso através do controle remoto.

É possível, através do toque, variar a luz de ambientes e acionar todos os programas por meio do controle remoto. Um exemplo disso é o Dimmer com controle remoto Qualitronix Qd35. Com ele você pode:

  • Executar a função soneca – é capaz de diminuir a intensidade da luz num período de 30 minutos até apagar completamente.
  • Simulador de presença – A lâmpada fica ligada por 5 minutos e desligada por 10 minutos.
  • Temporizador (sleep) – Essa função permite que a luz seja desliga após 30 minutos.
  • Indicações: lâmpadas incandescentes, com potência de 400 W a 127 V e 600 W a 220 V

Militar

Jammers (bloqueador. Originado do verbo inglês “to jam” que significa emperrar) – usados para desativar ou sabotar algum dispositivo inimigo. Atualmente, eles podem ser utilizados para desligar a conexão com a internet (bloqueador de frequência wirelless), para impedir que pessoas conversem em celulares, para derrubar um míssil ou explodi-lo numa base inimiga etc.

Os jammers de telefones celulares desativam aparelhos móveis de quem estiver perto. O uso da tecnologia do jamming permite que, ao apertar um botão, uma pessoa possa emitir um sinal de rádio, capaz de deixar telefones celulares sobrecarregados e incapacitados de se comunicar com as torres de celulares. Nos EUA o uso dos jammers é proibido com o risco de ser multado. Eles são utilizados, também, como dispositivos explosivos – IEDs (Intelligent Eletronics Devices, em português Dispositivos Eletrônicos Inteligentes,).

Viagens Espaciais

Veículos no espaço são controlados da terra - um exemplo disso é o Lunokhod 1, um veículo de controle remoto (rover), enviado pela Rússia, que pousou na Lua, em 1970. Sendo transportado pela nave espacial Lunik, a URSS, na época, coletou muitas pedras lunares. Outro a utilizar aparelhos por controle remoto foi a NASA, quando enviou o Opportunity e o Spirit, de onde obtiveram diversas informações científicas em Marte.

Por causa disso, atualmente, a NASA quer automatizar algumas tarefas que eram feitas por seres humanos e substituir por ônibus espaciais sem tripulação, ou seja, será controlado remotamente da Terra.

Jogos

Controle VideogameConsoles de videogame com tecnologia sem fio – foi o primeiro controle sem fio da Nintendo para GameCube: WaveBird. Composto por seus componentes básicos (os botões, direcional analógico etc), possui uma funcionalidade wirelless (rede sem fio) e entrada para baterias. Essa ideia tornou-se modelo para a nova produção de consoles, sendo que o Playstation 3, Xbox 360 e o Nintendo Wii possuem a tecnologia dos controles sem fio.

Anteriormente, a Nintendo Entertainment System tentou produzir dois controles. O AVS (Advanced Video System) que suportava dois controles sem fio e o NES – um adaptador chamado Satélite criado pela Nintendo, que possibilitaria a quatro jogadores se conectar ao jogo por meio de uma conexão sem fio, via infravermelho.

Porém, houve problemas quanto ao uso do Satélite, pois o campo de visão do receptor infravermelho era limitado. Como na década de 70, os dispositivos feitos via radiofrequência também acabavam dificultando devido ao consumo demasiada de energia. Depois de décadas, surgiu o novo controle sem fio da Nintendo.

Lançamento em 2002, temos o Wavebird aceitando até 16 controles. É necessário que os jogadores estejam na mesma área que o receptor do sinal do vídeo game. A distância máxima é de 20 m.

Computador

Conexão entre dispositivo conectado ao PC:

  • via USB - muitas vezes não é preciso haver um driver testado em determinados sistemas operacionais. Nele, existem as funções que você executaria com o mouse, além de suporte a vários softwares de seu computador. Cada tecla pode ser configurada para abrir determinado software e ainda pode ser usado a uma distância de 18m. Estamos falando do controle remoto USB para Computador.
  • controles remotos para notebook com tecnologia infravermelha - ele opera no Windows e QuickPlay. Pode executar as mesmas funções de alguns botões do computador como: liga/desliga, assim como as teclas de acesso a determinados aplicativos ou mesmo com a combinação de teclas pré-configuradas é possível controlar determinadas funções que não existam no computador. Um exemplo é o Controle Remoto NB da HP, pequeno, simples, composto por uma bateria substituível etc.
  • softwares capazes de transformar o seu celular em um controle remoto para PC via bluetooth.
  • conector de placa-mãe IrDA - uma das funções esquecidas das placas é a capacidade de possuÍrem dispositivos que permitam a comunicação sem fio através de aparelhos que possuam infravermelho. Para isso, é necessária a instalação de um adaptador no conector que não vem junto com a placa.
  • softwares criados para controles remotos de TV - O LIRC (Linux Infrated Remote Control ou Controle remoto infravermelho para Linux) é um pacote de aplicativos, um software de código aberto que decodifica e envia sinais infravermelhos de alguns aparelhos que possuem sinais infravermelhos. Há também a possibilidade de associar as teclas do teclado com qualquer um dos botões de um controle. Para isso, é necessário que haja um receptor conectado à porta serial através do conector DB9 ou DB25. O LIRC para versão Linux e Windows (WinLIRC) permite a transmissão e recepção de sinais infravermelhos de um controle remoto comum.